Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007
Vários temas (se conseguir falar mais de 2, já é milagre)!!

Boas pessoal, hoje tenho vários temas para tratar: futebol, hospitais, maddie, e que mais me lembrar, mesmo que não valha nada.

 

Vamos começar por onde? Pelo principio, é uma boa ideia, não acham?

 

Em termos de Champions League, em 9 pontos as equipas nacionais ganharam 6 (Sporting e Porto, enquanto que o Benfica perde em casa com o Shaktar). Vamos lá ver... Vitórias aos buchechos não pode ser, e que tal as três ganharem?? Não era má ideia, pois não? Então que tal ganharem para a próxima vez? Hoje jgam os clubes que estão na Taça UEFA. Boa sorte rapazes!!!!

 

A ASAE, anda agora a visitar as cozinhas dos hospitais nacionais. Não me digam que é melhor por exemplo os doentes do principal hospital nacional (Santa Maria) jantarem tarde e a más horas, quando tem de tomar os remédios a horas certas, depois das refeições. Ex.: anteontem um doente toma o remédio às 20h30, ontem já deve ter tomado para aí ás 21h30, reparem agora, acham que com 1 hora de diferença os remédios fazem efeito? eu acho que não. Ainda por cima a carrinha que trazia a comida teve um acidente - pelo menos dizia isso no PortugalDiário - Aquele pessoal não deve ter mais nada que fazer senão chatear quem trabalha para ganhar a vida? Quando a ASAE, resolve fiscalizar processos de insolvência - muitos dos quais fraudulentos - senão basta procurar noticias em que se fecha uma fábrica/empresa num dado local e vai-se abrir outra para produzir a mesmíssima coisa, e a ASAE faz alguma coisa? nicles! E vai chateando o juízo ao pessoal com coisas de treta (tipo cópias de programas de computador, jogos, filmes, músicas...).

 

Relativamente ao caso da miuda inglesa, parece que os pais da dita fulaninha conseguiram fazer com que corressem com o homem que estava a investigar este caso na PJ, porquê? Não se pode dizer mal dos lordes? Isso é que era bom... ai não que os não criticava, era tiro e queda, só por pensarem que são superiores aos outros é que sabe-se qual é o nível de criminalidade juvenil em Inglaterra, logo aí, que moral podem dar eles a nós? Nenhuma! Quem consegue confundir um brasileiro com um terrorista muçulmano, consegue tudo... God Shave the Queen (Deus faça a barba à rainha), ou será God save the Queen? A propósito do caso da Maddie, li numa notícia do 24 horas - acho que foi aí - que a miuda pode estar enterrada em Huelva, mais um bocado, iam a Sevilha à Giralda, ou como eu lhe chamo: Giraldinha, bonito nome não? Querem ver que enterraram a miuda em Huelva??? Hum...

 

Relativamente ao caso dos três meses em que os pais da Maddie foram a Huelva, então é assim: nos católicos ingleses - coisa que cá no nosso canto não há - quando passam 90 dias após a mote de uma pessoa querida, há uma visita ao local onde a pessoa está enterrada. É um facto. Agora vejam a coincidência: a miuda desaparece de circulação/ foi assassinada a 3 de Maio, mês 5 e vão a Huelva a 3 de Agosto, mês 8 e de 5 para 8 vão 3(!!), e de Maio a Agosto, vão 3 meses, ou seja, 90 dias! Agora digam que é mentira não se esqueçam...

 

No PSD, houve eleições directas (tipo presidenciais) e lá arranjaram um presidente para o partido em causa, a ver se entendem-se uns com os outros, porque durante a campanha interna, aquilo parecia uma luta de clãs, para não dizer outra coisa. Mas enfim, é lá com eles, porque eu não me meto nesse filme, barco, comboio...

 

No que diz respeito ao acordo ortográfico, Portugal não rectificou ainda (bem para mim) e o Brasil está um pouco digamos... expectante por aquilo que nós deste lado do oceano possamos fazer ou não fazer no que diz respeito a esse assunto. Mais uma vez é um projecto para a gaveta da História.


sinto-me:
música: Fácill de entender - the gift

publicado por JorgeAntropólogo às 14:24
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Outubro de 2007
PJ acusa polícia inglesa de estar a favorecer o casal Mc Cann

“A polícia britânica tem estado unicamente a trabalhar sobre aquilo que o casal McCann pretende e lhe convém.” Foi num tom explosivo e revoltado que o coordenador da investigação sobre o caso Madeleine, Gonçalo Amaral, comentou em breves declarações ao DN a notícia publicada ontem em vários jornais ingleses. Esta notícia dava conta de um e-mail anónimo enviado para o site oficial do príncipe Carlos, que acusa uma ex-empregada do The Ocean Club de ter raptado a menina de quatro anos, por vingança para com a administração do aldeamento, situado na Praia da Luz, depois de ter sido despedida.

 

“Essa situação está completamente posta de parte, não tendo qualquer credibilidade para a polícia portuguesa”, afirmou ao DN o responsável pelo Departamento de Investigação Criminal (DIC) de Portimão, para quem os seus colegas ingleses “têm vindo a investigar dicas e informações criadas e trabalhadas pelos McCann, esquecendo-se que o casal é suspeito da morte da sua filha Madeleine”.

 

“Essa história do rapto por vingança é mais um facto trabalhado pelos McCann”, acusou Gonçalo Amaral, frisando que o The Ocean Club “está situado na Praia da Luz e não em Londres, o que significa que tudo o que diga respeito ao aldeamento e respectivos funcionários (actuais ou ex) já foi ou está a ser investigado pela Polícia Judiciária”.

 

“Não é um e-mail, ainda por cima anónimo, que é fácil de saber de onde partiu, que vai distrair a nossa linha de investigação”, frisou aquele responsável.

 

Gonçalo Amaral, antes de estar no DIC de Portimão, esteve na Directoria de Faro da PJ, sendo responsável sobretudo pelo combate ao tráfico de droga.

 

A posição do coordenador do DIC de Portimão da PJ vem, aliás, ao encontro das declarações prestadas ao DN pelo presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC), Carlos Anjos, que acusa Gerry e Kate McCann de, “ao anunciarem diariamente um facto novo, pretenderem distrair e atrapalhar a investigação”. Para aquele responsável, tal como o DN noticiou, “os McCann iniciaram uma campanha de descredibilização da polícia portuguesa quando esta apresentou a tese da morte da menina, substituindo, assim, a do rapto, que muito lhes convinha”.

 

“Enquanto subsistiu a tese do desaparecimento por suspeita de rapto, a PJ era uma companhia muito agradável para o casal. Quando as coisas mudaram e passou a haver a tese da morte, mudou radicalmente a postura dos McCann, os quais, aliás, nunca ajudaram nem facilitaram, desde o princípio, a investigação”.

 

De resto, em finais de Agosto, princípios de Setembro, poucos dias antes de Gerry e Kate terem sido constituídos arguidos, por suspeitas da morte por negligência da sua filha Madeleine, um alto responsável da Judiciária proferiu o seguinte comentário: “Depois de termos comprado uma guerra com os media britânicos, agora estamos a comprar outra com a polícia inglesa.”

 

Nas últimas semanas, a Polícia Judiciária tem estado remetida ao silêncio, para o que contribuiu o facto de o porta-voz daquela força para o caso, Olegário Sousa, ter entretanto deixado essas funções, que desempenhava desde o desaparecimento da criança.

 

In DN


sinto-me:
música: Origa - Inner Universe (Ghost in Shell theme)

publicado por JorgeAntropólogo às 16:43
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007
Teses sobre a morte de maddie - Vai ser um ai Jesus quando lerem isto!
Bom, meus amigos, as minhas teorias - mais duas para juntar à festa - sobre a morte/ assassinato a sangue frio de maddie, é um tanto ou quanto complexa, uma e a outra um tanto ou quanto simplista. Tanto mais faço-a somente com base naquilo que tenho lido, ouvido tanto na rádio, televisão, como nos jornais - online ou papel - porque não sendo investigador policial - qual Hercule Poirot - só me resta tentar dar a conhecer as minhas teorias ao universo bloguista:
Vamos começar com a mais simplista, que é mais pequena - Os Maccan, vieram para Portugal passar férias - já com um plano muito bem estudado (devem ter estudado a lei nacional de lés a lés para tal) bom... adiante - traziam os gémeos, que passaram o tempo todo a dormir, pelo que deu para ver nas imagens das televisões, mais a maddie. Ponto. A rapariguinha devia ser daquelas crianças hiperactivas que coloca qualquer casal às aranhas no que diz respeito ao sossego- os gémeos continuavam a dormir- e que faziam os ingleses? Davam uns comprimidos chamados Colpol, ou lá o que é e um dos efeitos secundários dele parece que é por as pessoas a dormir - os gémeos devem ter tomado cada um o seu e a maddie (de propósito ou não, o que acredito é ter sido de propósito que outra coisa não encaixa aqui) tomou a dose de elefante, cavalo, leão, enfim, como quiserem chamar. Parece que a dose, não fez o efeito que a mãe de Maddie pretendia - por a miuda a dormir para ir para a night com o pai, mas supresa em surpresa, o casal e os amiguinhos (2+7 = 9) beberam a incrível quantidade de 15 garrafas de vinho, para 9 pessoas, nem uma esponja conseguia tanto. Entretanto Maddie tinha acordado e começa a atarantar a mãe, que lhe dá uma galheta - lembremo-nos que Maddie tinha quase 4 anos, e era uma fraca figura - a miudinha voou até à parede, batendo com a cabeça nela e morre instantaneamente. A criminosa Kate assusta-se, esconde o corpo, conta ao marido e os dois fazem um pacto de silêncio, não um silêncio de paz, mas de morte. Chega a recém- criminosa ao pé dos amigos, que já deviam estar mas era com os copos, bem enfrascados e diz ela com a maior teatralidade - que só Shakespeare iguala - que "eles levaram-na". Bonito, não é? Tocante, senão mesmo trágicómico. Adiante. Isto passou-se no dia 3 de Maio.
Agora pergunto, será que o crime foi dia 3? não terá sido dia 1,2 de Maio? Porque ninguém se lembra de tre visto a miuda nesses dias... Enfim inglesises. Kate liga logo para a Sky news- televisão equivalente ao tipo surrealista made on tv, a dizer que a filha desapareceu no Algarve, liga depois para o PM Gordon Brown a dizer o mesmo - tudo isto pensado ao pormenor de forma calculista e fria - entretanto a miuda já tinha desaparecido de circulação. Arranjam acessores de imagem e portas- voz (4 em 4 meses, nem um PM, conseguia tanto); Monta-se um circo à volta da especulação de rapto - que giro, não? - conseguem em 12 dias arranjar um fundo financeiro para a procurar. Andamos nisto durante 4 meses, até que as luzes da ribalta trouxeram aquilo que não esperavam: a nossa PJ, começou a pensar se os pais não estariam metidos nisto até à medula, então começaram a ver que a careca estava a ser descoberta e resolveram fugir como ratos para a terra deles, e viverão felizes para sempre sem a "chata" da Maddie por perto.
Agora passemos à teoria mais complexa e para mim mais escabrosa - Os Maccan, vieram para Portugal passar férias com os filhos gémeos e a protagonista desta monstrusidade enorme: Maddie. No dia 3 de Maio, no Ocean Club, Kate, dá aos filhos gémeos e a Maddie Colpol, cujo um dos efeitos secundários é pôr a pessoa a dormir. Os gémeos adormeceram com a sua dose habitual mas Maddie, a Maddie, deram-lhe (a mãe) dose suficiente para elefante, só que numa ida a casa Maddie estava acordada - hiperactiva como ele era segundo os jornais - e deve ter dito para ir dormir, a miuda deve ter dito que não, a recém - criminosa dá-lhe uma galheta, a miuda dá com a cabeça na parede, sai sangue e morre fulminada. Kate acagaça-se toda e conta ao marido o que fez, então o que fazem? pegam na miuda, colocam-na no carro alugado (provavelmente nunca saiu daquele grupo de 9 ingleses), leva a miuda até perto da igreja, logo deve haver um cemitério nas imediações, e das duas uma: ou cremaram o corpo da miuda e aí não há cinzas e vestígios, porque devem ter feito eles desaparecerem (que é para onde me inclino), ou retalharam o corpo e enterraram ou na praia ou no cemitério, ou mesmo numa área qualquer do Algarve, e depois de tudo orientado, vai a recém - criminosa Kate no papel de mãe desesperada - que nem Shakespeare conseguia imitar - monta o circo do rapto, dizendo aos amigos que entretanto já tinham - se enfrascado com 14 ou 15 garrafas de vinho que "eles levaram-na" - tão cómico não? Liga para a Sky News e para o PM Brown, antes de ligar para a GNR a informar do desaparecimento da filhinha - que entretanto desaparece de circulação - Lembram-se então de quem? de Robert Murat e do seu amigo russo. O russo sai de cena logo, agora Murat, serviu para aafastar as suspeitas sobre os pais - tipo ilusionismo - devido ao tipo de vida que levava Murat (que ninguém tem a ver com isso) iam apontando Murat como suspeito nº 1, enquanto os pais de Maddie faziam tudo para ver se conseguiam ficar limpos e serem heróis. Gordon Brown, manda um acessor de imagem e porta - voz para o casal. Ah, ainda falta dizer que em 12 dias ARRANJARAM UM FUNDO MONETÁRIO para procurar a miuda, ou seja procurar um fantasma. Este circo manteve-se com alguns ingleses a dizer que tinham visto a miuda aqui e além, chegando a 2500 pistas falsas, que ajudaram atrasar este caso. Isso os Maccan, estão de parabéns. Conseguiram-no. Saiu-lhes a lotaria num ápice.
Andou-se nisto durante 3 meses. No 4º mês as coisas complicam para o lado dos Maccan: aparecem provas que dizem o oposto daquilo que os ingleses tem dito: que a filha foi raptada e agora dizem-se inocentes! O laboratório de Birmingham, demora a enviar resultados das análises - quase 1 mês - análises essas que mostram que há ADN da Maddie por tudo quanto é lado na casa onde foi brutalmente assassinada por uma mãe incompetente, que só queria era ir para a night até às tantas. No meio disto, a influência do casal, chega aos mass media ingleses sensacionallistas, e alguns menos que lixo, e começa-se a fazer uma campanha anti-PJ, anti-Portugal, mas nunca se referem ao facto de 3 crianças terem ficado em casa sozinhas, isso parece que não lhes convém. As análises, perdão o feitiço virou-se contra o feitiçeiro, neste caso feitiçeiro e bruxa, as pessoas começaram a ver que eles são suspeitos pelas suas atitudes, Kate, é apupada em Portimão e o que resolve este casal tipo Bonnie & Clyde fazer? Fugir como ratos para a sua terra onde com a conivência das autoridades locais são uns artistas de cinema! Entretanto Murat,tem a vida devassada, os Maccan, conseguem comprar uma casa de 750 mil euros, num condomínio fechado, tão preocupados com o desaparecimento da filha. Já agora, reparem nisto: a incompetência dos pais nunca foi posta em causa pelos media ingleses, porquê? Respostas dêem quem as souber! O advogado que os vai defender, será pela conta bancária, será pela cara dela, ou será mesmo - e se fôr assim é um grande anjinho - pela miuda?
PJ, FORÇA, ESTAMOS CONVOSCO

sinto-me:

publicado por JorgeAntropólogo às 14:52
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007
No coment
http://www.mirror.co.uk/news/topstories/2007/09/10/best-thing-for-mccanns-is-for-them-to-be-charged-89520-19762049/

Leiam este artigo e comentem!


publicado por JorgeAntropólogo às 12:53
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Setembro de 2007
Noticia no Times

Vão a este site e vejam o que o times diz sobre a PJ! Mandem mensagens a protestar contra essa infâmia!!!!!!!!!!!!!

 

http://www.timesonline.co.uk/tol/comment/columnists/mick_hume/article2426174.ece



publicado por JorgeAntropólogo às 18:24
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 7 de Setembro de 2007
Kate constituída arguida, Gerry ouvido pela PJ

Depois dos dois interrogatórioa na Polícia Judiciária, Kate McCann foi constituída arguida e sujeita a termo de indentidade e residência. O pai de Maddie, Gerry McCann, começou a ser ouvido por volta das 16:00. Antes de entrar nas instalações da PJ, Gerry garantiu a inocência da sua mulher.

 

O pai de Madeleine garante que Kate McCann está totalmente inocente É uma declaração que Gerry McCann colocou ontem à noite do site da Internet criado para ajudar a recolher possíveis informações sobre o paradeiro de Madeleine.

 

Gerry diz que «quem acompanhou o que aconteceu no dia 3 de Maio» sabe que a sugestão de que Kate está envolvida no desaparecimento da filha é «totalmente ridícula».

 

O interrogatório da polícia à mãe de Madeleine terminou por volta das 15:50. Quando Kate saiu, Gerry McCann tinha entrado, poucos minutos antes.

 

As inquirições a Kate e a Gerry McCann ocorrem dias depois de a Polícia Judiciária ter recebido parte dos resultados dos exames aos vestígios biológicos recolhidos em Julho no apartamento de onde desapareceu a criança.

 

in TSF


sinto-me:

publicado por JorgeAntropólogo às 17:56
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007
Entrevista ao EL MUNDO

QUEREM SABER COMO FOI A ENTREVISTA AO "EL MUNDO", QUE ATÉ TEM COISAS ENGRAÇADAS PARA RIR, SENÃO MESMO PARA CHORAR...

http://www.elmundo.es/elmundo/2007/08/22/internacional/1187749528.html


sinto-me:

publicado por JorgeAntropólogo às 10:49
link do post | comentar | favorito

Sábado, 11 de Agosto de 2007
Maddie

Este caso, já começa a cheirar muito mal. Desaparecem milhares de crianças em todo o mundo e ninguém quer saber delas, então porquê, tanto circo à volta deste caso?

 

Os jornalistas portugueses, não tem coragem de dizer aquilo que toda a gente sabe: os pais de maddie foram negligentes - se é que não mataram a filha - ao deixar os filhos sozinhos em casa num pais estrangeiro, isto nem os animais fazem!!! Para mim, a miúda inglesa foi morta no dia 2 de Maio, porque ninguém a viu no dia a seguir, fora de casa.

 

Quem são "Eles" que a mãe refere-se? Normalmente quem vê a vitima viva pela última vez, é o culpado - quem o diz são inúmeros chefes de policia nos EUA e eu apoio essa tese - Bom... mas adiante, quem diz a mim que os pais de maddie, não conheciam o comportamento de Murat e utilizaram - no como distracção para afastar a policia do local do crime, se não mesmo dos verdadeiros responsáveis pelo desaparecimento/ morte de maddie?

Porque é que - a acreditar naquilo que a mãe da miúda disse à policia - a miúda desaparece depois das 19h30- hora a quem muitas famílias vão para a praia no Algarve em pleno verão e isto não é treta, porque eu vejo irem às 19h30 com os filhos para a praia- colocam 3 crianças a dormir? E como puseram-nas a dormir? Com sedativos?
Será que a dose foi excessiva, provocando uma overdose de sedativos na maddie? Porque a comunicação social inglesa critica a PJ? Porque a Scotland Yard, ainda deve andar à procura de quem matou o escritor Óscar Wilde, como foi a morte de Diana, como foi possível as duas miúdas inglesas - Jessica e Holly - morrerem e serem enterradas ? Como é possível num país em que se diz desenvolvido como o R.U. aparecer febres aftosas e doenças das vacas loucas?
Nós é que somos atrasados? Por favor... ganhem juízo!! Gostava de saber como a S.Y. trabalhava com os meios que a PJ tem e muito tem a nossa grande PJ feito, visto não termos o equipamento que eles dizem possuir...

Neste país de subservientes, chega de andar a baixar o cú aos ingleses, à policia inglesa - policia que é tão boa tão boa que consegue confundir um brasileiro - que pelos vistos ia trabalhar- com um terrorista islâmico - e à sua comunicação social que é de muito baixa classe se não mesmo sub-humana visto viverem de especulações sobre a vida dos outros, quando dentro de casa tinham muito que limpar, lavar e varrer (ex.: família real e os seus famosíssimos escândalos) a casa deles.

A PJ, ao contrário do que parece, não é ama-seca de filhos de ingleses incompetentes para tomarem conta dos seus filhos, a PJ, tem mais que fazer em vez de andar à procura de um fantasma ou caçar gambozinos como os ingleses tem feito e querer fazer. Porque é que os jornais ingleses não falam da negligência dos pais de maddie?

Porque só atacam a PJ, quando esta se aproxima dos pais como suspeitos de terem assassinado a filha falam que houve uma testemunha - sabe-se lá onde- a dizer que viu maddie com um homem? Para distrair a PJ? Deus queira que quem fez mal à maddie, fossem os pais.

Quem diz a mim que ela não serviu para uma festa orgíaca entre os amigos e os pais, onde tivessem abusado da miúda? Quem me diz a mim que eles são mesmo médicos? QUEM DIZ A MIM QUE ELES NÃO SÃO ASSASSINOS PROCURADOS NO R.U? Quem diz a mim que eles não planearam tudo isto em Inglaterra e resolveram fazer o crime cá para enxovalhar o nome do pais e da terra?

sinto-me:

publicado por JorgeAntropólogo às 15:55
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
30
31


posts recentes

Vários temas (se consegui...

PJ acusa polícia inglesa ...

Teses sobre a morte de ma...

No coment

Noticia no Times

Kate constituída arguida,...

Entrevista ao EL MUNDO

Maddie

arquivos

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

aborto(6)

acordo ortográfico(1)

alemanha(1)

amadora(2)

ambiente(2)

aniversário(1)

antropologia(10)

antropologia das pescas(1)

antropologia do mar(1)

antropologia física(2)

árabe(6)

arqueologia(1)

árvores(1)

asae(1)

barragem(1)

barroso (serra)(1)

belenenses(1)

benfica(4)

birmânia(1)

braga(1)

brasil(1)

bruxelas(1)

câmara municipal de lisboa(2)

carneiro(1)

cds(1)

corsa(1)

crime(1)

cubo(1)

desflorestação(1)

doutoramento(1)

egipto(1)

eleições(1)

escrita árabe(2)

esmeralda(3)

espanha(4)

europa(3)

faithless(1)

fcsh(2)

festa(1)

fiat(1)

google(1)

gramsci(1)

haka(1)

he man(1)

hino(1)

história(1)

homo erectus(1)

homo habilis(1)

hospital(1)

humanos(3)

ic 19(1)

igac(1)

igreja(2)

independente(1)

inglaterra(7)

internet(1)

irão(1)

iraque(1)

japão(2)

jornais(1)

jornal(1)

justiça(5)

lei(1)

leiria(2)

liga(1)

lince(1)

lingua árabe(1)

lingua portuguesa(2)

lpn(2)

maddie(8)

malcata(1)

mandarim(1)

mapa(1)

mesquitela lima(1)

mestrado(1)

mianmar(1)

money(1)

montalegre(1)

morte(1)

mourinho(1)

mp3(1)

muladi(1)

música(3)

natureza(2)

nova zelândia(1)

nuzedo de baixo(1)

nuzedo de cima(1)

opa(1)

ossos(2)

padres(2)

petição(2)

pj(5)

porto(2)

portugal(19)

psd(3)

sporting(3)

taça(3)

trás-os-montes(2)

uefa(2)

unlfcsh(3)

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds