Faixa
badge
Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2007
Porque sim?

A campanha terrorista do Não, é de bradar aos céus, POR FAVOR!!!!!! . Se não acreditam, sigam o meu raciocínio:

  1. Este referendo trata de se despenalizar o aborto até às 10 semanas de gravidez, ou seja, se houver necessidade de a mulher abortar até esse período de tempo, ela poderá o fazer sem correr o risco de ser presa. Quer isto dizer se a mulher fizer um aborto, não irá parar às Mónicas- os do Não se não sabem, passam a saber, é o presídio das mulheres, onde estão assassinas, traficantes de droga, etc., etc. Reparem, se prenderem as mulheres todas, qualquer dia, os homens, quando quiserem ter filhos vão ao presídio das mulheres, e depois é mais ou menos deste género: - Olhe, sabe, eu sou o marido da prisioneira número tantos e queria estar com ela, ao que lhe perguntam: Para quê? E a resposta dada é assim: É para fazer à minha mulher um filho. Pode ser? Fazem o filho ou filha, e 9 meses depois, nasce a criança na prisão, recebe um número de preso, em vez do nome... POR FAVOR!!!!!! Tenham juízo. Trata-se de despenalizar, não de liberazilar, como os do não afirmam...
  2. O ser humano, é o único animal vivo, que pode controlar o seu crescimento populacional- ao contrário dos outros animais.
  3. Para os apoiantes do Não, dou-vos aqui um pouco de sapiência democrática: Aqueles trabalhadores e trabalhadoras que trabalham até às tantas nos hiper-mercados, todos os dias, com que vontade tem de fazer filhos??? Nenhuma!!! Nem pensar nisso! Até que muitos desses hipers, tem nas fichas de emprego- se for mulher- se está interessada num futuro engravidar? ISTO É TERRORISMO. Se conhecem os casos das fábricas onde marido e mulher trabalham, hum? Quando o patrão, ou dono da fábrica fecha a dita e põe o pessoal todo na rua- ATENÇÃO, eu duvido muito da veracidade daqueles encerramentos- o casal, com prestação da casa, do carro, escola dos filhos para pagar, com que cara chegam a casa no dia do despedimento e olham para o filho ou filhos? Muitos devem pensar: e agora, que futuro darei ao meu filho, ou à minha filha? Expliquem -me isso!!! VÁ EXPLIQUEM!!!
  4. Agora a Igreja: qual é a principal festa da Igreja? Natal ou Páscoa? Se responderam Natal... erraram, se responderam Páscoa, acertaram. Não acreditam? Então vejamos: Qual é o símbolo do Cristianismo? A Cruz, onde Cristo Morreu!!! não é o recém-nascido de Belém, é o instrumento de morte romano, onde Cristo morreu, logo, a Igreja, não celebra a vida de Cristo, mas sim a sua morte e ressurreição. Isto é muito simples. É a morte e ressurreição de Cristo!!! Entenda-se, não é o recém nascido de Belém filho de Nossa Senhora e de São José, que é o emblema do Cristianismo, é A Cruz, onde Cristo Morreu!!!  Que graça que tinha uma mulher comparecer num hospital público para fazer um aborto cujo pai era um padre? Ao longo dos séculos, este país, através dos padres sempre estupidificaram o povo português. E a prova disso, aliás, é a irresponsabilidade que estes tem em defender o não. Porque, se for filho de padre, com certeza vai a Barcelona abortar, se for de um pobretanas, vai a Lisboa a clínicas de vão de escada clandestinas. E fiquemos por aqui.

  5. Reparem os países onde o aborto é penallizado, exceptuando Portugal: Irlanda (Católica), Polónia (Católica) Malta (Católica) e Chipre (Ortodoxa grega), é tudo países super-potências mundiais...
  6. Falam dos impostos que supostamente irão pagar abortos... Na Bélgica para fazer um aborto, paga-se uma taxa moderadora de 3.08 €, na Alemanha, a mulher só paga do bolso dela o aborto se os seus rendimentos forem superiores a 900 €, se forem inferiores, paga o Estado. Isto, num país - pasmem-se senhores, do Não, onde a prostituição é legal!!! ISTO NA ALEMANHA, O MOTOR ECONÓMICO EUROPEU...
  7. Falam os adepros do Não dos dados científicos que comprovam isto e aquilo... Meus senhores, eu sei o quão é fácil distorcer os dados científicos para nosso benefício. Tantos cientistas fizeram isso, até mesmo cientistas que se dizem religiosos... enfim....

Aqueles que tentam impingir-nos votar no Não, devem ser os mesmos que devem ter interesses nas clínicas de aborto espanholas. Ao votar Não, só irão beneficiar as clínicas espanholas COMO estarão a contribuir para o enriquecimento destas, em vez das portuguesas.

Os medíocres empresários que fazem filhos às empregadinhas, e depois querem que elas abortem, levam-nas às clínicas de vão de escada com risco da própria vida, de não só morrerem, mas como também aparecer lá a polícia para as levar dentro, porque são pessoas respeitáveis (!) que vão ao domingo à missa com a família e as filhas deles que são meninas de famílias respeitáveis. Será melhor os caixotes do lixo serem depósito de lixo de cadáveres de bebés, que a todos chocam derivado à merda da presente lei?

Votar SIM à despenalização da IVG é a única forma realista de salvar vidas e promover a saúde.

Manter uma lei cosmética, injusta e nefasta, que pune as mulheres mais desprotegidas e nunca os verdadeiros culpados (homens que abandonam as suas parceiras no seu estado mais vulnerável), apenas tem como consequência o aborto clandestino.

As medidas mais eficazes no combate ao aborto são:
- Uma política adequada de planeamento familiar;
- A educação sexual nas escolas;
- Uma maior sensibilização e responsabilização do sexo masculino para os deveres inerentes à sua sexualidade, e não apenas os seus direitos (como alguns pensam);
- O combate à pobreza e exclusão social;
- Mais civismo e solidariedade, em lugar da intolerância e incriminação.

Crime é ter um filho e abandoná-lo ou maltratá-lo.
Crime é abandonar uma grávida.

Cerca de 20 a 30 % das gravidezes até à 12ª semana terminam em aborto espontâneo.

Quanto a valores morais, que cada um os guarde para si e não os imponha aos outros, pois há quem considere imoral andar obcecado com a barriga da vizinha e não reparar nos «atropelos» constantes aos direitos elementares de crianças indesejadas e entregues às agruras de uma vida que não pediram.

Pelo mesmo princípio de defesa da vida desde a concepção, todas as mulheres que engravidam pela fertilização «in vitro» são criminosas e infanticidas, a não ser que os embriões excedentários não sejam considerados vidas só porque são excedentários e, portanto, inconvenientes!

Quanto à Igreja Católica, pode excomungar, pode incriminar, pode ameaçar com Satanás ou com o Inferno, mas deveria abster-se de pronunciar frases como «a matança dos inocentes», pois nesta matéria é recordista, e não pode dar-se ao luxo de «atirar pedras aos outros». Quantas vidas condena à morte com a proibição do preservativo? Quantos inocentes já matou ao longo da sua violenta história? Quantos milhares de crianças cátaras foram atiradas à fogueira, juntamente com seus pais, cujo único crime foi construir uma sociedade justa e equilibrada, em que homens e mulheres se respeitavam mutuamente e tinham os mesmos direitos ?! A moral também deveria servir para analisar os nossos próprios erros, mas... na prática, a moral só serve para pregar aos outros!

Por tudo isto e muito mais, vou votar SIM, por uma sociedade melhor, mais justa e mais honesta!




publicado por JorgeAntropólogo às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2007 às 16:56
Concordo com o voto SIM, o que está em causa é a despenalização do aborto e não se concordamos com ele ou não: pois isso cada um é que sabe de si. No entanto duvido que qualquer mulher que seja "obrigada" a abortar (seja por situações financeira, sociais, etc. ) o faça de animo leve, aliás todos sabemos ou já ouvimos falar sobre as sequelas que este tipo de situação pode deixar nos intervenientes. Certamente já ouviram falar na depressão pós-parto? Pois a situação é idêntica para quando se decide abortar, não é fácil para a mulher. Por isso o medo que algumas pessoas têm de de repente se o SIM ganhar o aborto crescer em flecha é um medo tolo e sem razão de ser. O que vai acontecer é que de uma situação de ilegalidade e clandestinidade se vai passar para a legalidade e cuidados médicos assistidos em condições decentes. É um facto que o ABORTO EXISTE, porque razão havemos de continuar a esconder esta verdade na cave? Deixemos de ser hipócritas, falsos e retrógrados e votemos SIM para encararmos os problemas de frente. É verdade que o aborto irá crescer pelo simples facto que vai passar a ser conhecido e acompanhado...o que até agora não se passa...infelizmente. E não se esqueçam ilegal ou não: o ABORTO EXISTE E VAI CONTINUAR A EXISTIR QUER QUEIRAMOS OU NÃO....mal comparado é como a mais velha profissão do mundo. EU VOTO SIM À DESPENALIZAÇÃO DO ABORTO ATÉ ÀS SEMANAS. Z.D.


De JorgeAntropólogo a 2 de Fevereiro de 2007 às 17:10
obrigado pelo apoio


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
30
31


posts recentes

«Lisboa é das pessoas, ma...

Portugal visto por Espan...

Ora viva pessoal

ANIVRSÁRIO

Leonard Cohen - Take this...

petição online

saudação em língua árabe:...

ACORDO ORTOGRÁFICO: UMA O...

Precisa-se de matéria pri...

MULADI

arquivos

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

aborto(6)

acordo ortográfico(1)

alemanha(1)

amadora(2)

ambiente(2)

aniversário(1)

antropologia(10)

antropologia das pescas(1)

antropologia do mar(1)

antropologia física(2)

árabe(6)

arqueologia(1)

árvores(1)

asae(1)

barragem(1)

barroso (serra)(1)

belenenses(1)

benfica(4)

birmânia(1)

braga(1)

brasil(1)

bruxelas(1)

câmara municipal de lisboa(2)

carneiro(1)

cds(1)

corsa(1)

crime(1)

cubo(1)

desflorestação(1)

doutoramento(1)

egipto(1)

eleições(1)

escrita árabe(2)

esmeralda(3)

espanha(4)

europa(3)

faithless(1)

fcsh(2)

festa(1)

fiat(1)

google(1)

gramsci(1)

haka(1)

he man(1)

hino(1)

história(1)

homo erectus(1)

homo habilis(1)

hospital(1)

humanos(3)

ic 19(1)

igac(1)

igreja(2)

independente(1)

inglaterra(7)

internet(1)

irão(1)

iraque(1)

japão(2)

jornais(1)

jornal(1)

justiça(5)

lei(1)

leiria(2)

liga(1)

lince(1)

lingua árabe(1)

lingua portuguesa(2)

lpn(2)

maddie(8)

malcata(1)

mandarim(1)

mapa(1)

mesquitela lima(1)

mestrado(1)

mianmar(1)

money(1)

montalegre(1)

morte(1)

mourinho(1)

mp3(1)

muladi(1)

música(3)

natureza(2)

nova zelândia(1)

nuzedo de baixo(1)

nuzedo de cima(1)

opa(1)

ossos(2)

padres(2)

petição(2)

pj(5)

porto(2)

portugal(19)

psd(3)

sporting(3)

taça(3)

trás-os-montes(2)

uefa(2)

unlfcsh(3)

todas as tags

links
Contador
Free Site Counter
Free Site Counter
Mapa
Locations of visitors to this page
Lista
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds